MÁGICO BARCELOS

OCB SEMPRE! O ORGULHO DE BARCELOS!

quarta-feira, abril 26, 2006

MÁGICO BARCELOS 4-5 Benfica


Caio reduz para 2-4

Realizou-se ontem o jogo referente à 3ª Jornada da 2ª Fase do Campeonato Nacional de Hóquei em Patins, que opôs o Óquei de Barcelos ao Benfica. O Barcelos perdeu por 4-5 num jogo em que apenas se pode culpar a si próprio pelo resultado; os erros defensivos e contra-ataques bem explorados pelos lisboetas acabaram por decidir o jogo, mesmo que o Óquei nos minutos finais tenha ainda tido a esperança de chegar ao empate.
O Barcelos actuou no cinco inicial com Ginho na baliza, Bruno Mendes, Tiago Rafael, Caio e Nuno Félix; Joel Coelho (cap.) e Tó Silva começaram no banco mas também jogaram. Do lado do Benfica, jogaram Carlos Silva, Valter, Mariano (cap.), Barreiros e Pedro Afonso; actuaram também os suplentes Tomba e Carlitos.
O jogo, quase que se pode dizer, começa com um golo quando estavam decorridos exactamente 3 minutos de jogo e na única oportunidade até então: Pedro Afonso remata em frente à baliza de Ginho, fazendo o 0-1 para os forasteiros. Nos minutos seguintes, Barcelos e Benfica partilharam oportunidades; do lado do Barcelos por Tiago Rafael e Caio; do Benfica, Mariano, Valter e Barreiros. E é aos 11 minutos da partida que surge o empate: Tó Silva recebe um passe de um companheiro em que a bola passa em frente ao guarda-redes e remata para o fundo da baliza sem hipóteses para Carlos Silva. Estava feito o empate e o 5º golo nesta 2ª fase do jogador do Barcelos. Até ao final da 1ª parte, Barcelos e Benfica continuam equilibrados nas oportunidades, mas de facto há uma que merece ser destacada: num livre para o Mágico Barcelos, Joel Coelho faz um excelente remate de longe, fortíssimo, para uma grande defesa do guarda-redes do Benfica. Quando já tudo esperava o intervalo, surge o golo que repõe a vantagem do Benfica a 25 segundos do fim, por Tomba.
A segunda parte começa com um calafrio para os da casa: uma perda de bola de Joel Coelho termina num remate de Valter ao poste da baliza de Ginho. Aos 2 minutos de jogo, Tó Silva faz um perigosíssimo remate à trave da baliza adversária. E quando estavam decorridos 5 minutos e meio na segunda parte, Valter marca o 1-3 na recarga de um remate de um companheiro. Na oportunidade de perigo seguinte, 2 minutos depois, Tomba marca o 1-4. O Benfica dilatava a vantagem e as coisas complicavam-se para o Barcelos. Tomba volta a ameaçar menos de um minutos depois, mas falha isolado o remate, graças a uma defesa de Ginho.
Aos 13 minutos e meio da segunda parte, livre directo para o Óquei: Tó Silva tenta converter, mas falha uma excelente oportunidade. Meio minuto depois, é Caio quem não perdoa com um bom remate colocado à baliza do Benfica (pode ver este golo acima, antes do começo desta reportagem). Esperava-se a pressão do Barcelos, mas quando faltavam 7 minutos para o fim do jogo, Carlitos aumenta a vantagem do Benfica para 2-5. Na jogada seguinte, apenas 16 segundos de jogo depois, Caio volta a marcar, reduzindo para 3-5. A 2 minutos e 24 segundos do fim, Nuno Félix reduz para 4-5, rematando sozinho em frente à baliza. Por minutos, ainda houve esperança no Pavilhão Municipal de Barcelos, mas o Benfica soube conservar bem a bola nos minutos finais, evitando o golo do empate dos da casa.

Ordem no marcador: 0-1; 1-1; 1-2 (intervalo) 1-3; 1-4; 2-4; 2-5; 3-5; 4-5



O 2º lugar afasta-se: o Benfica tem agora 7 pontos de vantagem, quando se esperava que o Barcelos vencesse e essa vantagem fosse apenas de 1 ponto. 7 pontos para recuperar em 7 jogos é uma tarefa bastante difícil, tendo em conta a qualidade da equipa da Luz, mas os jogadores de Barcelos terão de acreditar. Do mal o menos, a Juventude de Viana perdeu de forma humilhante em casa contra o FC Porto por 1-7, o que fez com que o Barcelos conservasse a sua vantagem de 5 pontos sobre o Viana, 4º classificado.

Esperemos que o apoio dos adeptos não diminua depois desta derrota: o Mágico Barcelos continua a necessitar do nosso apoio. O próximo jogo em casa é contra o Porto, em Maio, em local ainda a definir, visto que está marcado para o mesmo dia do jogo um concerto no Pavilhão Municipal de Barcelos. Por enquanto, os barcelenses vão jogar aos Açores ao Candelária, num jogo em que é obrigatório conquistar os 3 pontos: a equipa de Barcelos já perdeu 6 pontos em 9 possíveis nesta segunda fase e não pode dar-se ao luxo de perder muitos mais. FORÇA BARCELOS!

6 Comments:

Anonymous ganza_man™ said...

Bom apoio por parte dos barcelenses, pena o resultado, não jogamos bem, a conseguimos reduzir a desvantagem, se tivessemos num dia bom, o resultado seria diferente.

Força OCB!!!!

26/4/06 21:44  
Blogger ma said...

Tens (têm) aqui um belo blog. Parabéns pela grande dedicação!
Todos com o nosso OCB!
Força OCB

26/4/06 21:57  
Anonymous Anónimo said...

Acho que a crónica está um bocado longa. Tentem ser mais sucintos. Quanto ao jogo, há que compreender que foi um desafio em que algumas coisas correram mal ao MÁGICO, mas continuamos na luta!

FORÇA MÁGICO BARCELOS

26/4/06 22:02  
Blogger Cachada said...

como dizem, boa exebiçao mas nao se perdoa akeles erros defensivos do ocb...mas vamos eskecer esta derrota e vamos aproveitar todos os deslizes do slb para conseguir o nosso objectivo

26/4/06 22:16  
Blogger Mágico Barcelos said...

Post do Mágico Barcelos também no site do OCB!!!

27/4/06 22:26  
Blogger ma said...

Parabéns! :)

28/4/06 21:26  

Enviar um comentário

<< Home