MÁGICO BARCELOS

OCB SEMPRE! O ORGULHO DE BARCELOS!

domingo, outubro 22, 2006

OC BARCELOS 4-2 Portosantense


Caio, Daniel Coelho, Tiago Rafael, Jorge Correia e Nuno Félix

Realizou-se ontem (Sábado) à noite, no Pavilhão Municipal de Barcelos, o encontro da terceira jornada do nacional de hóquei em patins que colocou frente-a-frente as equipas do Mágico OC Barcelos e do Portosantense.
A equipa do Barcelos que vinha para este jogo com dois empates em outros tantos jogos; o Portosantense registava uma vitória e um empate.
O Óquei de Barcelos jogou com Jorge Correia, Joel Coelho, Tiago Rafael, Cacau (Cláudio Filho) e Caio como titulares. Nuno Félix, Johe (João Vieira) e Daniel Coelho (Kika) também jogaram.
O jogo começou amorfo com as duas equipas muito fechadas na sua retaguarda e procurando essencialmente não cometer erros. Assim foi até Tiago Rafael, aos 13 minutos, apontar em poucos segundos dois golos para o Mágico Barcelos, o segundo, um golo de belo efeito num grande remate cruzado a entrar no ângulo da baliza de João Miguel. A partir daqui o jogo ganhou outra vivacidade, com o Portosantense a aparecer mais afoito no ataque procurando naturalmente um golo. Não demorou muito a aparecer; faltavam 9 minutos para o intervalo quando Nuno Almeida reduziu para 2-1. O golo deixou a equipa do Óquei de Barcelos algo presa de movimentos, o que permitiu ao Portosantense estar na sua melhor fase da partida, podendo chegar ao golo do empate.
O início da segunda parte foi igual ao do jogo: algo parado, com as equipas a arriscarem pouco, sendo no entanto a equipa do Portosantense a criar mais perigo com saídas rápidas para o ataque; foi assim que apontaram o golo do empate por German Dates numa troca de bola rápida aos 6 minutos da 2ª parte.
Depois deste golo regista-se um dos momentos do jogo com a entrada em ringue do jovem Daniel Coelho (Kika), grande promessa do Óquei Clube de Barcelos, que fez a sua estreia pela equipa sénior do Barcelos, um dia antes de se dirigir para o estágio de observação com a selecção sénior como foi noticiado há dias pelo blog Mágico Barcelos.
A partir daqui o Barcelos voltou a empurrar o seu adversário para junto da sua baliza procurando um golo que lhe desse a vitoria, fazendo-o no entanto de forma algo precipitada e desorganizada e apostando essencialmente em lances individuais.
Num desses rasgos individuais, a 6 minutos do fim, Cacau, momentos após reentrar em ringue marcou o golo que deu vantagem ao Barcelos, num espectacular remate cruzado ao ângulo da baliza de João Miguel.



Caio faz o 4-2


Depois do 3-2 para a equipa de Vítor Silva, era de esperar a reacção da equipa do Portosantense mas tal não sucedeu, graças a uma boa prestação do Barcelos nesta fase na conservação da posse de bola e a rotatividade pelos seus jogadores. Numa dessas jogadas e quando faltavam apenas 51 segundos para o final, Caio aparece isolado em frente a João Miguel fechando as contas do jogo ao fazer o 4-2 final.
A equipa do Blog Mágico Barcelos deixa os parabéns a toda a equipa do Óquei pela primeira vitória no campeonato, e em especial para o jovem Daniel Coelho que fez a sua estreia e que realizou uma boa partida.


Tiago Rafael atento ao jogo com Joel Coelho a fazer a marcação de um adversário




Vítor Silva:
Em relação jogo:
“Foi uma grande luta, com uma equipa que joga um hóquei muito difícil, constantemente a agarrar, que não deixam jogar e que sempre que vêm a Barcelos conseguem bons resultados. O importante era a vitória, por ser a primeira. Tivemos uma boa prestação contra o Benfica e uma menos boa em Ourém; agora temos é que continuar a trabalhar.”

Treinos e jogos no Pavilhão de Barcelinhos:
“O Pavilhão de Barcelos foi retirado ao Óquei de Barcelos para a possibilidade de jogar e treinar no seu pavilhão; vejam ao que isto chegou. E vamos jogar contra o Viana no pavilhão de Barcelinhos, porque vão fazer uma festa de pássaros no nosso pavilhão. Eu não consigo perceber como é que possível darem mais importância a um espectáculo que têm muitos sítios onde pode ser feito do que ao Óquei de Barcelos. E não vou por em questão se é dos pássaros ou do que é; a questão é pura e simplesmente não quiseram saber do Óquei de Barcelos que durante 2 semanas vai ter de jogar no Pavilhão de Barcelinhos. São 5 ou 6 equipas que vão ter que andar “com a casa às costas” a fazer jogos e treinos noutros sítios porque não têm pavilhão.”

Próximos jogos:
“É uma série de jogos difícil. (…) Vamos a Cambra, a uma equipa que ainda não perdeu, tem 3 jogos e 3 vitórias. É um ringue tradicionalmente difícil; o ano passado tivemos lá muitas dificuldades. Todos os jogos são difíceis. Depois disso, vamos ter uma série em que vamos jogar todas as quartas e sábados e temos que fazer uma boa gestão do plantel. Ainda hoje jogou um jovem com 17 anos e que jogou muito bem; entrou com 2-2 e não acusou nada.”

Em relação ao Daniel Coelho (Kika):
“O Kika tem que continuar a trabalhar; ainda não conquistou nada [como sénior]. Sabe que tem que trabalhar. Ele sabe melhor que ninguém como é que eu sou; sabe que segunda feira vou ser o mais crítico que puder dele para ele trabalhar.”

Liga dos Campeões – Objectivo:
“O objectivo é passar à fase seguinte e depois apurar-se para a final four.”



Daniel Coelho (Kika):
Jogar pela primeira vez pelos seniores a substituir o irmão Joel Coelho:
“Foi fantástico. Foi um jogo de nervos e só tenho que agradecer ao treinador que apostou em mim e agora continuar a trabalhar para ser chamado mais vezes e amanhã também trabalhar para ser chamado mais vezes à selecção de seniores. Ver o meu irmão a sair e eu a entrar, ele com 26 e eu com 17 foi marcante, mas teria sido ainda mais se tivesse jogado com ele.”

Como soubeste da convocatória ao estágio da selecção de seniores? Como foi?
Eu soube pelo Blog Mágico Barcelos por acaso. Fiquei muito surpreendido; quando abro a página para ver se há alguma novidade, vejo uma novidade extremamente curiosa. “Daniel Coelho? Está enganado”, mas não estava. Fiquei muito satisfeito e muito orgulhoso por ver aquilo, ver o meu nome. Não julgo que seja uma chamada a pensar no presente; só se for para os juniores. Para a selecção de seniores, acho que é mais a pensar no futuro, mas vamos trabalhar e ver como é que correm as coisas e espero que corram bem.”

Com a colaboração do Óquei Clube de Barcelos.